FÓRUM Inovar na Construção
Construção civil,  aquecimento, águas sanitárias, ventilação, revestimentos, isolamento térmico, caixilharias, arquitectura, legislação, e MUITO MAIS.
Participe com a sua experiência ou o seu caso.Participe com disciplina e numa abordagem esclarecedora. Lembre-se que alguém que ajuda hoje o poderá ajudar amanhã.Se tiver alguma dificuldade no seu registo por favor contacte-nos em geral@foruminovarnaconstrucao.ptFÓRUM Inovar na Construção - Registe-se...Veja as novidades mais recentes em www.inovarnaconstrucao.pt

Regulação de temperatura em piso radiante elétrico

Piso Radiante

  • User Veterano
  • ****
    • Mensagens: 370
    • Concordo/Discordo: +4/-0
    • Sexo:Masculino
    • Ideias para a habitação®
Regulação de temperatura em piso radiante elétrico

Em qualquer sistema de aquecimento a regulação de temperatura assume particular importância não apenas no conforto proporcionado ao utilizador como também permitirá uma gestão mais adequada das temperaturas e assim uma poupança energética.


Nas soluções de aquecimento radiante elétrico uma das vantagens é precisamente a regulação de temperatura. Sendo soluções muito reativas e de controlo independente por compartimento, permitem a regulação individualizada de cada compartimento de forma a obter o conforto desejado.


Termóstato com sonda de pavimento

As soluções de aquecimento radiante no pavimento transformam todo o pavimento num radiador de baixa temperatura. Assim sendo, é necessário um controlo tanto da temperatura ambiente, como da temperatura de pavimento.
A monitorização e controlo da temperatura de pavimento deve ser realizada através de sonda de pavimento (entubada), que por sua vez é ligada ao termóstato.


A localização da sonda de pavimento é importante na perspetiva de obter uma correta leitura da temperatura existente. A sonda de pavimento deve ficar localizada pelo menos 30cm dentro da área aquecida, entre cabos de aquecimento e, nunca cruzar qualquer cabo de aquecimento. Deve ficar entubada e a ponta do tubo tapada. A curvatura do tubo da sonda de pavimento deve ser adequada de forma que seja possível substituir a sonda de pavimento, se necessário. Aconselha-se um raio de curvatura mínimo de 6cm.


Formas de regulação
Os sistemas de aquecimento elétrico no pavimento podem ser regulados de 2 formas e selecionadas normalmente nas configurações do equipamento.
Regulação de temperatura ambiente com limitação temperatura pavimento
É a configuração mais habitual. Obter a temperatura ambiente de conforto desejada e simultaneamente limitar a temperatura de pavimento.
Regulação de temperatura de pavimento
Para obter uma temperatura de pavimento constante independentemente da temperatura ambiente. Configuração usada em casas de banho onde a temperatura ambiente aumenta devido ao vapor.

Nota: em alguns termóstatos na configuração de temperatura ambiente com limitação de temperatura de pavimento, é possível definir a temperatura mínima e máxima desejada no pavimento.

Temperaturas máximas de pavimento:
28°C em compartimentos de utilização média ou prolongada.
35°C em compartimentos utilizados por curtos períodos de tempo e com revestimentos finais do tipo cerâmico ou pedra.


A regulação (limitação) da temperatura de pavimento permite configurações onde os revestimentos finais são mais sensíveis às temperaturas e exigem temperaturas mais baixas (entre 25°C e 27°C dependendo do tipo de revestimento de pavimento). Por outro lado, a limitação de temperatura permite evitar bloqueios térmicos, que podem danificar os elementos de aquecimento, devido a uma temperatura muito elevada de pavimento.

Localização do termóstato
O termóstato que inclui a sonda de temperatura ambiente, que controlará a temperatura, deve ficar localizado a entre 1,2m e 1,5m do pavimento, numa localização que seja representativa da realidade do local. Evitar localizações perto de fontes de calor, em paredes exteriores, diretamente à incidência solar, “escondidos” atrás das portas, etc.

Cada compartimento deve ter o seu termóstato de forma a obter os melhores patamares de conforto.

Primeiro funcionamento
Para uma configuração adequada deve cumprir as instruções do termóstato.
A primeira vez que liga o sistema de aquecimento elétrico de pavimento, esta deve acontecer nunca antes de 5 dias depois de aplicado o adesivo ou nunca antes de 30 dias quando é utilizada uma argamassa (3-4cm). Deverá também seguir as recomendações dos fabricantes dos materiais utilizados e seguir as suas recomendações.

Alguns termóstatos incluem uma função adequada para a primeira vez que se liga o sistema de aquecimento, fazendo o arranque de forma progressiva.

Tipos de termóstatos
Existem vários tipos de termóstatos, desde o mais simples, até ás soluções sem fios que podem comandadas remotamente.

Os termóstatos mais simples, também chamados termóstatos de analógicos, permitem apenas monitorizar e controlar manualmente a temperatura desejada.


Recomenda-se a utilização de um termóstato programável, que permitirá escolher a temperatura ambiente desejada (20-21°C) quando está em casa e uma temperatura menor quando se ausenta, durante o período da noite, etc. Poderá ainda definir os horários desejados para cada uma das temperaturas escolhidas.

 
Na gama de termóstatos programáveis há várias opções no mercado mais salientaremos as seguintes opções:
Termóstatos com visor tátil
Sendo uma evolução natural dos termóstatos programáveis, a versão tátil tem mostrado que tem mais interação por parte do utilizador, levando-o a corrigir as configurações e obter melhores patamares de conforto. Algumas versões incluem informação dos consumos realizados.


Termóstatos com comando remoto
Como o próprio nome indica são equipamentos de regulação de temperatura que permitem uma gestão remota, seja através de telemóvel, tablet ou computador. Algumas configurações permitem interligação a módulo GSM para locais remotos ou de férias e outras configurações permitem ligações sem fios utilizando a ligação internet existente.

Ideias para a habitação®
www.ideiasparahabitacao.pt